search

Revista de Direito Administrativo Número Especial 4

SETEMBRO ‘23 // (RE) ORGANIZAÇÃO DO EMPREGO PÚBLICO

19,00 €
17,10 € Poupe 10%
Com IVA ENTREGAS EM 2 A 3 DIAS ÚTEIS
Quantidade

  PAGAMENTO SEGURO

Pagamentos seguros e geridos diretamente pelos bancos. Multibanco, MBWay e Paypal disponíveis.

  EXPEDIÇÃO GRATUITA A PARTIR DE 25€

Entregas em 2 a 3 dias úteis (exceto período de férias).

  APOIO AO CLIENTE

Estamos disponíveis para esclarecer todas as suas dúvidas.

do EDITORIAL

Em 18 de abril de 2023, realizou- se em Lisboa, sob a organização conjunta do Instituto Nacional
de Administração, I.P. (INA) e da ADA – Associação de Direito Administrativo, o colóquio “(Re) organização do emprego público e inovação nos serviços públicos”, cujo programa se publica de seguida e que, da parte da manhã, contou com as reflexões de diversos especialistas sobre os temas das relações jurídicas de emprego público, os instrumentos de regulamentação colet iva na Admini s t ração Públ ica e a especialização da jurisdição administrativa (estadual e arbitral) em sede de funcionalismo público; da parte da tarde, foram produzidas intervenções sobre os princípios orientadores dos serviços de interesse geral, a garantia da igualdade dos cidadãos no acesso aos serviços digitais e a qualidade dos serviços de interesse geral – tudo, como está bom de ver, temas da
maior importância e que se revestem de inegável atualidade.
Por seu turno, depois de ter dedicado atenção à matéria em artigos avulsos e dossiers temáticos,
a Revista de Direito Administrativo havia já decidido que o número especial de 2023 seria justamente dedicado ao Direito da Função Pública ou, mais rigorosamente, do emprego público e do Direito laboral na Administração Pública; a realização do colóquio acima referido, o prestígio dos oradores e a sua amável disponibilidade para verterem em texto escrito as excelentes intervenções ali proferidas revelou- se uma oportunidade única para permitir agora apresentar a um público mais vasto os contributos então apresentados.
Assim, depois de um curto texto sobre o recrutamento dos titulares de cargos dirigentes da Administração Pública (e que constitui o único escrito aqui publicado que não corresponde a qualquer intervenção no colóquio de 18 de abril), o presente número prossegue depois com artigos sobre o âmbito de aplicação do regime do emprego público e a sua evolução face ao direito laboral privado, sobre a necessidade de repensar as relações jurídicas de emprego público, sobre os Instrumentos de Regulamentação Coletiva de Trabalho convencionais na Administração Pública, sobre as confluências e divergências entre o trabalho em funções públicas e a contratação coletiva, sobre a competência dos tribunais judiciais e administrativos para dirimir litígios em matér ia de emprego públ ico ( tema especialmente pertinente por força dos conflitos de competência suscitados na prática, e que merecem revisitação na sequência da criação dos juízos administrativos sociais) e, por fim, sobre os múltiplos problemas suscitados pelo recurso à arbitragem como modo de resolução de litígios laborais jurídico- públicos.
O presente número temático é, por conseguinte, dedicado à (Re)Organização do emprego público, promovendo o aprofundamento da reflexão jurídica sobre uma área que se julga que não tem merecido toda a atenção que lhe seria justamente devida – lacuna que agora se procura colmatar.
A finalizar, uma derradeira nota para sublinhar que, tendo em conta a origem dos textos aqui publicados, este é o primeiro número especial  da Revista de Direito Administrativo que conta com a colaboração institucional de parceiros externos: mais concretamente, do Instituto Nacional de Administração, I.P. (aliás, membro do Conselho Consultivo da Revista) e ainda da ADA – Associação de Direito Administrativo.
Trata- se, pois, de um facto inédito no percurso deste projeto editorial; mas, atendendo à qualidade dos frutos da colaboração mantida, que agora se dão a conhecer aos leitores, não será, seguramente, um facto isolado, sendo de esperar que este exemplo possa vir a ser repetido no futuro, em outros números temáticos da Revista de Direito Administrativo.

Índice

Editorial
Programa do Colóquio

MARCO CALDEIRA | O regime de recrutamento dos titulares de cargos dirigentes da Administração Pública: brevíssimas notas
PAULO VEIGA E MOURA | Repensar as relações jurídicas de emprego público
MIGUEL LUCAS PIRES | Âmbito de aplicação do regime do emprego público e sua evolução face ao direito laboral privado
CLÁUDIA NUNES | Os Instrumentos de Regulamentação Colectiva de Trabalho (IRCT) convencionais na Administração Pública
JOÃO ZENHA MARTINS | O trabalho em funções públicas e a contratação coletiva: confluências e divergências
FERNANDO MARTINS DUARTE | Os tribunais competentes para dirimir litígios em matéria de “emprego público”
ARTUR FLAMÍNIO DA SILVA | A desigualdade estrutural das partes na arbitragem de litígios laborais públicos: problemas constitucionais

5606939010278

Ficha informativa

Editor
AAFDL EDITORA
Autor(es)
Coordenação de Marco Caldeira e Luís M. Alves
Referência
5606939010278
Páginas
90
Local de Edição
Lisboa (2023)
Observações
Número Especial RDA

Também poderá gostar

Este website utiliza Cookies

Ao clicar em "Aceitar todos os cookies", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a navegação no site, analisar a utilização do site e ajudar nas nossas iniciativas de marketing.

Cookies necessários
Os cookies necessários ajudam a tornar um website útil, permitindo funções básicas, como a navegação e o acesso à página para proteger áreas do website. O website pode não funcionar corretamente sem estes cookies.
Nome do cookie Fornecedor Objetivo Termo
PHP_SESSID dev.livraria.aafdl.pt Este cookie é nativo do PHP e permite que sites armazenem dados de estado serializados. Ele é usado para estabelecer uma sessão de usuário e para passar dados de estado por meio de um cookie temporário, comumente referido como um cookie de sessão. Sessão
PrestaShop-# dev.livraria.aafdl.pt Este cookie ajuda a manter as sessões do usuário abertas enquanto eles estão visitando um site, e os ajuda a fazer pedidos e muitas outras operações, como: data de adição do cookie, idioma selecionado, moeda usada, última categoria de produto visitada, produtos vistos pela última vez, identificação do cliente, nome, nome, senha criptografada, e-mail vinculado à conta, identificação do carrinho de compras. 480 horas
rc::a Google Este cookie é usado para distinguir humanos de robôs. Isso é benéfico para o site criar relatórios válidos sobre o uso de seu site. Persistente
rc::c Google Este cookie é usado para distinguir entre humanos e bots. Persistente
Cookies de desempenho
Cookies usados especificamente para coletar dados sobre como os visitantes usam um site, quais páginas de um site são visitadas com mais frequência ou se eles recebem mensagens de erro em páginas da web. Esses cookies monitoram apenas o desempenho do site à medida que o usuário interage com ele. Esses cookies não coletam informações identificáveis sobre os visitantes, o que significa que todos os dados coletados são anônimos e usados apenas para melhorar a funcionalidade de um site.
Cookies de estatística
Os cookies de estatística ajudam os proprietários de websites a entenderem como os visitantes interagem com os websites, recolhendo e divulgando informações de forma anónima.
Nome do cookie Fornecedor Objetivo Termo
collect Google Ele é usado para enviar dados ao Google Analytics sobre o dispositivo do visitante e seu comportamento. Rastreie o visitante em dispositivos e canais de marketing. Sessão
r/collect Google Ele é usado para enviar dados ao Google Analytics sobre o dispositivo do visitante e seu comportamento. Rastreie o visitante em dispositivos e canais de marketing. Sessão
_ga Google Registra um ID exclusivo que é usado para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 2 anos
_gat Google Usado pelo Google Analytics para controlar a taxa de solicitação 1 dia
_gat_gtag_UA_* Google Usado para controlar a taxa de solicitação. 1 minuto
_gd# Google Este é um cookie de sessão do Google Analytics usado para gerar dados estatísticos sobre como você usa o site, que são removidos quando você fecha o navegador. Sessão
_gid Google Registra um ID exclusivo que é usado para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 1 dia
Cookies de marketing
Os cookies de marketing são utilizados para seguir os visitantes pelos websites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e apelativos para o utilizador individual e, logo, mais valiosos para os editores e anunciantes independentes.
Nome do cookie Fornecedor Objetivo Termo
ads/ga-audiences Google Esses cookies são usados pelo Google AdWords para reconquistar visitantes que provavelmente se converterão em clientes com base no comportamento online do visitante nos sites. Sessão
fr Facebook Usado pelo Facebook para entregar uma série de produtos de publicidade, como lances em tempo real de anunciantes terceiros. 3 meses
NID Google Registra um ID exclusivo que identifica o dispositivo de um usuário recorrente. O ID é usado para anúncios direcionados. 6 meses
tr Facebook Usado pelo Facebook para entregar uma série de produtos de publicidade, como lances em tempo real de anunciantes terceiros. Sessão
VISITOR_INFO1_LIVE youtube.com Tenta estimar a largura de banda dos usuários em páginas com vídeos integrados do YouTube. 179 dias
YSC youtube.com Registra um ID único para manter estatísticas de quais vídeos do YouTube o usuário viu. Sessão
yt-remote-cast-installed youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Sessão
yt-remote-connected-devices youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Persistente
yt-remote-device-id youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Persistente
yt-remote-fast-check-period youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Sessão
yt-remote-session-app youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Sessão
yt-remote-session-name youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Sessão
_fbp Facebook Usado pelo Facebook para entregar uma série de produtos de publicidade, como lances em tempo real de anunciantes terceiros. 3 meses
Cookies de preferência
Os cookies de preferência permitem que um website memorize as informações que mudam o comportamento ou o aspeto do website, como o seu idioma preferido ou a região em que se você encontra.
Conteúdo não disponível