Interpretatio Prudentium - I
search
  • Interpretatio Prudentium - I

Interpretatio Prudentium - I, 2016, 1

25,00 €
22,50 € Poupe 10%
Com IVA ENVIO EM 2 A 3 DIAS ÚTEIS
Quantidade

  PAGAMENTO SEGURO

Pagamentos seguros e geridos diretamente pelos bancos. Multibanco, MBWay e Paypal disponíveis.

  EXPEDIÇÃO GRATUITA A PARTIR DE 25€

Em encomendas de valor superior a 25,00€ | Entregas em 2 a 3 dias úteis

  APOIO AO CLIENTE

Estamos disponíveis para esclarecer todas as suas dúvidas.

APRESENTAÇÃO

A Interpretatio Prudentium é a primeira revista de Direito Romano e de Tradição Romanística em Língua Portuguesa a surgir no universo das publicações universitárias. Esse pioneirismo não pode deixar de ser assinalado pois constitui motivo de responsabilidade acrescida para os seus fundadores e editores.
Só agora foi possível concretizar um projecto antigo dos professores e investigadores de Direito Romano e dos direitos de Tradição Romanística da Faculdade de Direito de Lisboa (FDL). Um sonho que foi confiado pelo Professor Ruy de Albuquerque aos que acompanharam as suas aulas e seguiram as suas lições e exemplo; uma possibilidade que se começou a concretizar com o apoio do Professor Menezes Cordeiro à criação de uma disciplina obrigatória de Direito Romano no Plano curricular da licenciatura (I° ciclo) em Direito da FDL; uma iniciativa que se tornou necessária após a realização de dois Congressos internacionais de Direito Romano na nossa Escola de Lisboa e a aprovação dos cursos de mestrado e de doutoramento em Direito Romano na nossa Faculdade, criando a massa crítica indispensável à sustentabilidade do projeto editorial da Revista.(...)

Este primeiro número é bem o exemplo daquilo a que nos propomos, com uma profissão de fé nas inesgotáveis possibilidades investigativas, nas virtualidades pedagógicas e nas capacidades jurisprudências do Direito Romano e da tradição jurídica nele fundada. Querendo sempre mais, procurando sempre o melhor e visando sempre o justo pela regra do Direito estamos certos de contar com os autores para a missão a cumprir e com os leitores para a difusão destes ideias na Interpretatio Prudentium.

ÍNDICE . INDICE . CONTENTS

Editoriais . Editoriali . Editorials

| II A Interpretatio Prudentium. Apresentação - Eduardo Vera-Cruz Pinto
| O português como língua de um direito romano mundial - Christian Baldus

Artigos . Articoli . Articles

| De verborum significatione e legaldrafting tra lingua e diritto - Adelaide Caravaglios
| A Importância do Direito Romano e da Tradição Romanista para o Direito Português. Uma introdução para estudantes de direito - Christian Baldus
| A Decretai Saepe contingit (X.2,13,18): a importância do IV Concílio de Latrão e do Papa Inocêncio III para a disciplina da tutela possessória  - David Magalhães
| Il secolo dei Theodosianus. Riflessioni su materiali e método di studio - Elio Dovere
| Brevi note su interpretatio e auctoritas fra tarda repubblica ed età dei severi - Emanuele Stolfi
| Escravidão e Favor libertatis no Brasil de oitocentos: Tradição Romanista na obra de Perdigão Malheiro - Margarida Seixas
| Teixeira de Freitas leitor de Savigny - Thiago Reis
| Studio su un testo ulpianeo in tema di rapporti tra giuris-dizione ordinaria e arbitrato - Tommaso dalla Massara

Leituras Romanísticas do Código Civil

| O conceito romano de obligatio e a definição legal de obrigação no Código Civil português - Eduardo Vera-Cruz Pinto

Páginas Escolhidas . Pagine Scelte . Selected Writings

| Notas para a história do ensino do Direito Romano na Faculdade de Direito de Lisboa - Ruy de Albuquerque

Recensões . Recensioni . Reviews

| Herzog, Benjamin - Anwendung und Auslegung von Recht in Portugal und Brasilien. Eine rechtsvergleichende Untersuchung Aus genetischer, funktionaler und postmoderner Perspektive - Zugleich ein Plädoyer für mehr Savigny 'und wenigerjhering - Mariana Melo Egídio
| Kleiter, Tobias - Entscheidungskorrekturen mit unbestimmter Wertung durch die klassische römischejurisprudenz - Andreas Nitsch
| Seelentag, Anna Margarete - Iuspontificium cum iure civili coniunctum. Das Recht der Arrogation in klassischer Zeit - Francisco Rodrigues Rocha

Índice interativo

5606939008930

Ficha informativa

Editor
IURIS | ULISBOA
Autor(es)
Teoria e História do Direito - Centro de Investigação ULisboa
Referência
5606939008930
Páginas
382
Local de Edição
Lisboa (2016)

Também poderá gostar

Este website utiliza Cookies

Ao clicar em "Aceitar todos os cookies", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a navegação no site, analisar a utilização do site e ajudar nas nossas iniciativas de marketing.

Cookies necessários
Os cookies necessários ajudam a tornar um website útil, permitindo funções básicas, como a navegação e o acesso à página para proteger áreas do website. O website pode não funcionar corretamente sem estes cookies.
Nome do cookie Fornecedor Objetivo Termo
PHP_SESSID dev.livraria.aafdl.pt Este cookie é nativo do PHP e permite que sites armazenem dados de estado serializados. Ele é usado para estabelecer uma sessão de usuário e para passar dados de estado por meio de um cookie temporário, comumente referido como um cookie de sessão. Sessão
PrestaShop-# dev.livraria.aafdl.pt Este cookie ajuda a manter as sessões do usuário abertas enquanto eles estão visitando um site, e os ajuda a fazer pedidos e muitas outras operações, como: data de adição do cookie, idioma selecionado, moeda usada, última categoria de produto visitada, produtos vistos pela última vez, identificação do cliente, nome, nome, senha criptografada, e-mail vinculado à conta, identificação do carrinho de compras. 480 horas
rc::a Google Este cookie é usado para distinguir humanos de robôs. Isso é benéfico para o site criar relatórios válidos sobre o uso de seu site. Persistente
rc::c Google Este cookie é usado para distinguir entre humanos e bots. Persistente
Cookies de desempenho
Cookies usados especificamente para coletar dados sobre como os visitantes usam um site, quais páginas de um site são visitadas com mais frequência ou se eles recebem mensagens de erro em páginas da web. Esses cookies monitoram apenas o desempenho do site à medida que o usuário interage com ele. Esses cookies não coletam informações identificáveis sobre os visitantes, o que significa que todos os dados coletados são anônimos e usados apenas para melhorar a funcionalidade de um site.
Cookies de estatística
Os cookies de estatística ajudam os proprietários de websites a entenderem como os visitantes interagem com os websites, recolhendo e divulgando informações de forma anónima.
Nome do cookie Fornecedor Objetivo Termo
collect Google Ele é usado para enviar dados ao Google Analytics sobre o dispositivo do visitante e seu comportamento. Rastreie o visitante em dispositivos e canais de marketing. Sessão
r/collect Google Ele é usado para enviar dados ao Google Analytics sobre o dispositivo do visitante e seu comportamento. Rastreie o visitante em dispositivos e canais de marketing. Sessão
_ga Google Registra um ID exclusivo que é usado para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 2 anos
_gat Google Usado pelo Google Analytics para controlar a taxa de solicitação 1 dia
_gat_gtag_UA_* Google Usado para controlar a taxa de solicitação. 1 minuto
_gd# Google Este é um cookie de sessão do Google Analytics usado para gerar dados estatísticos sobre como você usa o site, que são removidos quando você fecha o navegador. Sessão
_gid Google Registra um ID exclusivo que é usado para gerar dados estatísticos sobre como o visitante usa o site. 1 dia
Cookies de marketing
Os cookies de marketing são utilizados para seguir os visitantes pelos websites. A intenção é exibir anúncios que sejam relevantes e apelativos para o utilizador individual e, logo, mais valiosos para os editores e anunciantes independentes.
Nome do cookie Fornecedor Objetivo Termo
ads/ga-audiences Google Esses cookies são usados pelo Google AdWords para reconquistar visitantes que provavelmente se converterão em clientes com base no comportamento online do visitante nos sites. Sessão
fr Facebook Usado pelo Facebook para entregar uma série de produtos de publicidade, como lances em tempo real de anunciantes terceiros. 3 meses
NID Google Registra um ID exclusivo que identifica o dispositivo de um usuário recorrente. O ID é usado para anúncios direcionados. 6 meses
tr Facebook Usado pelo Facebook para entregar uma série de produtos de publicidade, como lances em tempo real de anunciantes terceiros. Sessão
VISITOR_INFO1_LIVE youtube.com Tenta estimar a largura de banda dos usuários em páginas com vídeos integrados do YouTube. 179 dias
YSC youtube.com Registra um ID único para manter estatísticas de quais vídeos do YouTube o usuário viu. Sessão
yt-remote-cast-installed youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Sessão
yt-remote-connected-devices youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Persistente
yt-remote-device-id youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Persistente
yt-remote-fast-check-period youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Sessão
yt-remote-session-app youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Sessão
yt-remote-session-name youtube.com Armazena as preferências do player de vídeo do usuário usando o vídeo do YouTube incorporado. Sessão
_fbp Facebook Usado pelo Facebook para entregar uma série de produtos de publicidade, como lances em tempo real de anunciantes terceiros. 3 meses
Cookies de preferência
Os cookies de preferência permitem que um website memorize as informações que mudam o comportamento ou o aspeto do website, como o seu idioma preferido ou a região em que se você encontra.
Conteúdo não disponível