Ordem Jurídica Global no Século XXI - Sujeitos e Actores no Palco Internacional

€20.00
€18.00 Save 10%
VAT included | DELIVERIES: 1 TO 3 WORKING DAYS (IN RULE)
Quantity

 

Uma obra colectiva dedicada ao tema central da subjectividade em Direito Internacional, com o objectivo de desenhar o perfil jurídico de “quem é quem” no palco cada vez mais aberto e povoado das relações internacionais do século XXI, contribuindo com uma análise crítica que se desenvolve em torno de velhas e novas entidades.

INDEX

APRESENTAÇÃO
SECÇÃO I – SUBJETIVIDADE INTERNACIONAL NO SÉCULO XXI
O Estado e os Outros: quem é quem no Direito Internacional - Maria Luísa Duarte

SECÇÃO II – SUJEITOS CLÁSSICOS DE DIREITO INTERNACIONAL
| Reconhecimento de Governo ou de “legítimo representante”? - Afonso Brás
| Contested Entities Statehood: The Criteria of the Non-Recognition Obligation - Catherine Maia
| A OMS e o Multilateralismo no Combate das Ameaças Transnacionais à Saúde Pública - Cláudia Monge
| The International Law on the Use of Force in the Americas: understanding the dynamics of subjects and obligations - Felipe R. Silvestre e J. Francisco Lobo
| A Organização das Nações Unidas: Universalismo e Subjetividade Internacional - Margarida Salema d’Oliveira Martins
| International Organizations as Subjects of International Law - Miguel Mota Delgado
| When the Old meets the New: An insight on the possible rebirth of the doctrine of belligerency in the framework of jus in bello cyber operations - Paulo Simões Ramos
| As imunidades ratione personae de Chefes de Estado e de outros titulares de altos cargos do poder político perante tribunais de Estados estrangeiros - Tiago Fidalgo de Freitas

SECÇÃO III – BENS JURÍDICOS TRANSNACIONAIS E SUJEITOS DE DIREITO INTERNACIONAL
| Subjetividade Internacional e a Defesa da Área como Património Comum da Humanidade - Fernando Loureiro Bastos
| International Representation of Environmental Interests – many actors, few subjects? - Heloísa Oliveira

SECÇÃO IV – SUJEITOS COLETIVOS DE DIREITO INTERNACIONAL
|O Estatuto Jurídico- Internacional dos Povos Indígenas - Helena Telino Neves
|Estatuto Jurídico- Internacional das Igrejas e Comunidades Religiosas - Miguel Assis Raimundo

SECÇÃO V – SUJEITOS CONTEMPORÂNEOS DE DIREITO INTERNACIONAL
| As Organizações Não Governamentais e as Instituições Nacionais de Direitos Humanos - Ana Rita Gil
| O Indivíduo no Direito Internacional: A proteção internacional dos refugiados em tempos de pandemia - Benedita Menezes Queiroz
| Multinational Companies as Subjects of International Law: Are we missing the point? - Francisco de Abreu Duarte
| The Role of Non- Governmental Organizations and its Relationship with Non- State Actors in the Current International Legal System - Paola Patarroyo
| A União Europeia como Sujeito de Direito Internacional - Rui Tavares Lanceiro

9789726295921

Data sheet

Publisher
AAFDL EDITORA
authors
Coordenação de Maria Luísa Duarte, Rui Tavares Lanceiro, Francisco de Abreu Duarte
Reference
9789726295921
Pages
662
Editing Place
Lisboa (2020)

A AAFDL Editora nasceu no mundo académico com o propósito de servir o mundo jurídico no seu todo.

O sentido de crescimento da Editora tem vindo a ditar novas regras, porque nos dias que correm já não olhamos só para dentro da Faculdade onde estamos situados, mas também olhamos para fora.

Nos últimos anos tem havido o atento cuidado de expandir os horizontes na Editora, procurando a produção de obras científicas por mais autores que não só docentes, com a finalidade de que as nossas obras possam servir não só a alunos, mas também a advogados, solicitadores, autarquias e todos os outros agentes do mundo do Direito.

O nosso slogan: ‘’Há mais de 100 anos a editar o futuro’’, é característico daquilo que somos e representamos. Sabemos de onde vimos, sabemos onde estamos e sabemos para onde vamos!

Os Autores que escolhem a nossa Editora enquanto sua, escolhem-na porque veem nesta Editora a jovialidade que é característica, mas, para além disso, percebem o sentido de responsabilidade que existe entre todos aqueles que a dirigem.

Sempre estivemos situados na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e, parecendo que não, essa é uma grande vantagem que temos em relação a qualquer outra Editora. Este fator diferenciador permite-nos chegar mais facilmente aos autores e aos alunos e permite-nos, ainda, ter uma livraria principal na Faculdade de Direito de Lisboa.

Esta enorme rede de distribuição permite-nos chegar a uma rede alargada de Juristas.