O Comércio de Emissões Poluentes à Luz da Constituição da República Portuguesa
search
  • O Comércio de Emissões Poluentes à Luz da Constituição da República Portuguesa

O Comércio de Emissões Poluentes à Luz da Constituição da República Portuguesa

€13.00
€11.70 Save 10%
VAT included
Quantity

  SAFE PAYMENT

Secure payments directly managed by banks. ATM, MBWay and Paypal available.

  FREE SHIPPING FROM 25€

On orders over €25.00 | Delivery in 2 to 3 working days

  CUSTOMER SUPPORT

We are available to clarify all your doubts.

O trabalho que agora se dá à estampa corresponde, com ligeiras adaptações, ao Relatório de Mestrado que apresentei, em 2003, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, no âmbito do Seminário de Direito Constitucional então orientado pelo Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa.
Embora tardiamente face à data em que foi redigido, este escrito vê a luz do dia numa altura crucial. A entrada em vigor do Protocolo de Quioto (após a ratificação da Rússia) ocorreu há cerca de um ano, em 16 de Fevereiro de 2005, sendo que o período crítico de cumprimento das metas de Quioto se aproxima a passos largos, com início j á em 2008. Também no que respeita ao comércio europeu de licenças de emissão (CELE) de gases com efeito de estufa, a primeira fase iniciou-se há pouco mais de um ano, em l de Janeiro de 2005; em Portugal, as licenças de emissão para esta primeira fase começaram a ser atribuídas a partir de Setembro de 2005; e o Registo Português de Licenças de Emissão iniciou funções pouco depois, a 15 de Novembro, possibilitando assim a transacção dos "direitos a poluir". Ou seja, o mercado de emissões poluentes, quer a nível internacional, quer a nível comunitário, quer até ao nível interno, começa a dar os seus primeiros passos e a ganhar um protagonismo e uma visibilidade crescentes.
A possibilidade de se comprar e vender poluição deixou, portanto, de ser uma ficção, deixou de ser um projecto e passou a ser realidade. Uma realidade ainda pouco conhecida e pouco estudada, mas já presente nos nossos dias. Eis porque se justifica, a meu ver, publicar agora este estudo, em que procurei averiguar da constitucionalidade de um mecanismo através do qual se comercializam quotas de poluição e traçar algumas directrizes constitucionais a que deverá obedecer o mercado de emissões poluentes.
Cumpre, porém, fazer uma advertência. O texto que se segue, bem como a investigação que lhe deu origem, foram realizados há cerca de três anos, numa altura em que o mercado de emissões poluentes não tinha a maturação e a densidade normativa de que hoje se reveste. Por essa razão, no presente trabalho não se analisam em detalhe as soluções vertidas na Directiva comunitária que instituiu o sistema de comércio de licenças de emissão de gases com efeito de estufa (Directiva 2003/87/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 13 de Outubro de 2003, posteriormente alterada pela Directiva 2004/101 /CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de Outubro de 2004), cuja versão final e definitiva não era ainda - à altura - conhecida, nem tão pouco a forma como tal Directiva veio a ser transposta para o ordenamento jurídico nacional (através do Decreto-Lei n.° 233/2004, de 14 de Dezembro, posteriormente alterado pelo Decreto-Lei n.° 243-A/2004, de 31 de Dezembro, pelo Decreto-Lei n.° 230/2005, de 29 de Dezembro, e pelo Decreto-Lei n.° 72/2006, de 24 de Março).
Tenho vindo a acompanhar a (intensa) evolução normativa no domínio do comércio de emissões poluentes e a aprofundar a investigação que há três anos atrás iniciei. No entanto, opto por publicar este texto com apenas ligeiras alterações face à sua versão original. Primeiro, porque ele reflecte o trabalho que, num determinado momento e para um determinado efeito, foi elaborado, atestando o estádio da investigação e da reflexão operadas até esse preciso momento. Segundo, porque uma actualização completa e ambiciosa deste trabalho tornaria inviável, quer a sua publicação em tempo útil, quer a concretização de outros trabalhos já em vista sobre o tema. Fica, pois, prometido para o futuro um outro estudo que, em desenvolvimento do actual, proceda a uma análise detalhada das condições de funcionamento do mercado de emissões poluentes, tal como plasmado na Directiva comunitária e nos diplomas nacionais de transposição.
Por fim, os agradecimentos. Não posso deixar de me referir ao Sr. Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, que teve a abertura de me deixar trabalhar um tema tão pouco ortodoxo e, à primeira vista, tão longínquo da dogmáticajus-constitucionalista; que me estimulou a prosseguir e a aprofundar a investigação; e que não deixou de formular críticas, comentários e sugestões, que certamente contribuíram para o aperfeiçoamento do trabalho. Quero ainda agradecer ao Dr. Rui Machete, pela disponibilidade para trocar opiniões sobre alguns dos tópicos aqui analisados, pelas sugestões que então me deu, pelo acesso à sua biblioteca e à da FLAD, pelo constante apoio e pelo incentivo que sempre me tem transmitido. Quero também agradecer à Dra. Carla Amado Gomes, pela disponibilidade que manifestou para efectuar uma leitura crítica do presente trabalho e pelos comentários que então formulou. Por fim, quero agradecer à Maria João Serôdio, pelas suas sábias observações e pelo precioso encorajamento.
Escusado será dizer que as opiniões aqui expressas e os juízos de valor aqui formulados me vinculam a mim, e apenas a mim.

Lisboa, Março de 2006

5606939005670

Data sheet

Publisher
AAFDL EDITORA
authors
Tiago Antunes
Reference
5606939005670
Pages
268
Editing Place
Lisboa (2006)
Your cookie settings

This store asks you to accept cookies for performance, social media and advertising purposes. Social media and advertising cookies of third parties are used to offer you social media functionalities and personalized ads. Do you accept these cookies and the processing of personal data involved?

Necessary cookies
Necessary cookies help make a website usable by enabling basic functions like page navigation and access to secure areas of the website. The website cannot function properly without these cookies.
Cookie name Provider Purpose Expiry
PHP_SESSID dev.livraria.aafdl.pt This cookie is native to PHP and enables websites to store serialised state data. It is used to establish a user session and to pass state data via a temporary cookie, which is commonly referred to as a session cookie. Session
PrestaShop-# dev.livraria.aafdl.pt This cookie helps keep user sessions open while they are visiting a website, and help them make orders and many more operations such as: cookie add date, selected language, used currency, last product category visited, last seen products, client identification, name, first name, encrypted password, email linked to the account, shopping cart identification. 480 hours
rc::a Google This cookie is used to distinguish between humans and bots. This is beneficial for the website, in order to make valid reports on the use of their website. Persistent
rc::c Google This cookie is used to distinguish between humans and bots. Persistent
Marketing cookies
Marketing cookies are used to track visitors across websites. The intention is to display ads that are relevant and engaging for the individual user and thereby more valuable for publishers and third party advertisers.
Cookie name Provider Purpose Expiry
ads/ga-audiences Google These cookies are used by Google AdWords to re-engage visitors that are likely to convert to customers based on the visitor’s online behaviour across websites. Session
fr Facebook Used by Facebook to deliver a series of advertisement products such as real time bidding from third party advertisers. 3 months
NID Google Registers a unique ID that identifies a returning user's device. The ID is used for targeted ads. 6 months
tr Facebook Used by Facebook to deliver a series of advertisement products such as real time bidding from third party advertisers. Session
VISITOR_INFO1_LIVE youtube.com Tries to estimate the users' bandwidth on pages with integrated YouTube videos. 179 days
YSC youtube.com Registers a unique ID to keep statistics of what videos from YouTube the user has seen. Session
yt-remote-cast-installed youtube.com Stores the user's video player preferences using embedded YouTube video Session
yt-remote-connected-devices youtube.com Stores the user's video player preferences using embedded YouTube video Persistent
yt-remote-device-id youtube.com Stores the user's video player preferences using embedded YouTube video Persistent
yt-remote-fast-check-period youtube.com Stores the user's video player preferences using embedded YouTube video Session
yt-remote-session-app youtube.com Stores the user's video player preferences using embedded YouTube video Session
yt-remote-session-name youtube.com Stores the user's video player preferences using embedded YouTube video Session
_fbp Facebook Used by Facebook to deliver a series of advertisement products such as real time bidding from third party advertisers. 3 months
Performance cookies
Cookies used specifically for gathering data on how visitors use a website, which pages of a website are visited most often, or if they get error messages on web pages. These cookies monitor only the performance of the site as the user interacts with it. These cookies don’t collect identifiable information on visitors, which means all the data collected is anonymous and only used to improve the functionality of a website.
Preference cookies
Preference cookies enable a website to remember information that changes the way the website behaves or looks, like your preferred language or the region that you are in.
Statistic cookies
Statistic cookies help website owners to understand how visitors interact with websites by collecting and reporting information anonymously.
Cookie name Provider Purpose Expiry
collect Google It is used to send data to Google Analytics about the visitor's device and its behavior. Track the visitor across devices and marketing channels. Session
r/collect Google It is used to send data to Google Analytics about the visitor's device and its behavior. Track the visitor across devices and marketing channels. Session
_ga Google Registers a unique ID that is used to generate statistical data on how the visitor uses the website. 2 years
_gat Google Used by Google Analytics to throttle request rate 1 day
_gat_gtag_UA_* Google Used to throttle request rate. 1 minute
_gd# Google This is a Google Analytics Session cookie used to generate statistical data on how you use the website which is removed when you quit your browser. Session
_gid Google Registers a unique ID that is used to generate statistical data on how the visitor uses the website. 1 day
Content not available