Escândalos no Desporto e Perturbações do Contrato de Patrocínio

15,00 €
13,50 € Poupa 10%
Com IVA | ENTREGA: 1 A 3 DIAS ÚTEIS (EM REGRA)

A DESCONFORMIDADE CONTEXTUAL DA PRESTAÇÃO

Quantidade

  • Entrega gratuita em Portugal a partir de 25€ Entrega gratuita em Portugal a partir de 25€

RESUMO

O objetivo da presente dissertação é apurar se os escândalos que envolvem atletas e outras entidades desportivas são causa de perturbação da execução dos respetivos contratos de patrocínio e, em caso afirmativo, de que perturbação do contrato se trata.
Para responder a estas questões, começo por analisar o patrocínio enquanto realidade social e fenómeno comunicacional, para, de seguida, analisar o próprio contrato.
Concluo que alguns dos escândalos que envolvem os patrocinados resultam num efeito comunicacional de transferência de imagem negativa para os patrocinadores.
Sustento que, no âmbito da execução de um contrato de patrocínio, os escândalos que resultam num efeito de transferência de imagem negativa envolvem uma perturbação do cumprimento, a desconformidade contextual da prestação.
Sustento que o juízo de conformidade da prestação não recai apenas sobre as caraterísticas intrínsecas do objeto da prestação. O juízo de conformidade incide também sobre o objeto da prestação na sua relação com o meio envolvente, factual ou legal, o contexto do cumprimento.
A minha tese é que, nos escândalos do desporto que envolvem um patrocinado e resultam num efeito comunicacional de transferência de imagem negativa para o respetivo patrocinador, o conjunto de prestações comunicacionais do patrocinado, na sua relação com o contexto social e comunicacional de execução do contrato, se torna desconforme com o contrato, maxime, com o fim do contrato de valorização da imagem do patrocinador por apropriação das qualidades positivas da imagem do patrocinado.
Delimito esta perturbação do cumprimento afastando outras que, potencialmente, poderiam enquadrar o fenómeno: alteração das circunstâncias, impossibilidade superveniente da prestação ou do cumprimento, erro sobre o futuro, violação positiva do contrato e violação de deveres acessórios.
Termino identificando as soluções que a ordem jurídica oferece para a normalização das relações jurídicas afetadas. A resolução do contrato de patrocínio por justa causa apresenta- se como o remédio apropriado para travar a desconformidade contextual das prestações do patrocinado, sempre que a renegociação do contrato ou a cessação negociada se revelarem inviáveis. Por último, avalio os pressupostos de indemnização dos danos emergentes da desconformidade.

Prefácios de Carlos Ferreira de Almeida e José Manuel Meirim


Índice Interativo

9789726291787

Ficha informativa

Editor
AAFDL EDITORA
Autor(es)
Maria de Lurdes Vargas
Referência
9789726291787
Páginas
255
Local de Edição
Lisboa (2018)

A AAFDL Editora nasceu no mundo académico com o propósito de servir o mundo jurídico no seu todo. 

O sentido de crescimento da Editora tem vindo a ditar novas regras, porque nos dias que correm já não olhamos só para dentro da Faculdade onde estamos situados, mas também olhamos para fora. 

Nos últimos anos tem havido o atento cuidado de expandir os horizontes na Editora, procurando a produção de obras científicas por mais autores que não só docentes, com a finalidade de que as nossas obras possam servir não só a alunos, mas também a advogados, solicitadores, autarquias e todos os outros agentes do mundo do Direito. 

O nosso slogan: ‘’Há mais de 100 anos a editar o futuro’’, é característico daquilo que somos e representamos. Sabemos de onde vimos, sabemos onde estamos e sabemos para onde vamos! 

Os Autores que escolhem a nossa Editora enquanto sua, escolhem-na porque veem nesta Editora a jovialidade que é característica, mas, para além disso, percebem o sentido de responsabilidade que existe entre todos aqueles que a dirigem. 

Sempre estivemos situados na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e, parecendo que não, essa é uma grande vantagem que temos em relação a qualquer outra Editora. Este fator diferenciador permite-nos chegar mais facilmente aos autores e aos alunos e permite-nos, ainda, ter uma livraria principal na Faculdade de Direito de Lisboa. 

Esta enorme rede de distribuição permite-nos chegar a uma rede alargada de Juristas.

Também poderá gostar