• Eichmann em Jerusalém - 50 Anos Depois
Eichmann em Jerusalém - 50 Anos Depois

Eichmann em Jerusalém - 50 Anos Depois

Quantidade

  • Entrega gratuita em Portugal a partir de 25€ Entrega gratuita em Portugal a partir de 25€

Resumo

Assinalando-se em 2011 os 50 anos do julgamento de Eichmann, a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, através do Instituto de Ciências Jurídico-Políticas e do Instituto de Direito Penal e Ciências Criminais, com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia, organizou uma conferência internacional dedicada à obra Eichmann em Jerusalém – Uma Reportagem sobre a Banalidade do Mal. Os objetivos fundamentais do encontro traduziram-se em evocar a obra de Hannah Arendt e refletir sobre o julgamento de Eichmann.

Eichmann em Jerusalém é efetivamente um marco fundamental para a compreensão da obra de Arendt como um todo e constitui por si mesmo um ponto de referência no tratamento de problemas cruciais de Filosofia do Direito, de Filosofia Política, de Direito Penal e de Direito Penal Internacional.

A presente obra, partilhando de tais objetivos, verte contributos originalmente proferidos no mencionado encontro ou nele inspirados e subdivide-se em seis partes: (i) Temas fundamentais; (ii) Hannah Arendt, o jurídico e o político; (iii) Eichmann em Jerusalém e a obra de Hannah Arendt: a noção de «banalidade do mal»; (iv) O julgamento de Eichmann; (v) O julgamento do passado e a justiça de transição; (vi) Perante o mal: reflexões a partir de Eichmann em Jerusalém.

Coordenadores Científicos

Kai Ambos

é Catedrático de Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Comparado e Direito Penal Internacional.

Diretor do Departamento de Direito Penal Internacional e Estrangeiro e do Centro de Estudos de Direito Penal e Processual Penal Latino-americano (CEDPAL) do Instituto de Ciências Criminais da Georg-August-Universität Göttingen.

Juiz no Tribunal Estadual de Göttingen, Alemanha.

Luís Pereira Coutinho

é Professor Auxiliar de Direito Constitucional, Ciência Política, Teoria do Estado e Teoria do Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Membro do Centro de Investigação de Direito Público (CIDP).

Membro do Instituto de Ciências Jurídico-Políticas (ICJP).

Maria Fernanda Palma

é Professora Catedrática de Direito Penal e Direito Processual Penal da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Diretora e Coordenadora do Centro de Investigação em Direito Penal e Ciências Criminais (CIDPCC).

Presidente do Instituto de Direito Penal e Ciências Criminais (IDPCC).

Paulo de Sousa Mendes

é Professor Associado (com tenure) de Direito Penal e Direito Processual Penal da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

2.º Vice-Diretor do CIDPCC. Membro da Direção do IDPCC.

Membro do Conselho Científico do Centro de Estudos de Direito Penal e Processual Penal Latino-americano (CEDPAL).

9788566722192

Ficha informativa

Editor
Marcial Pons | AAFDL
Referência
9788566722192
Páginas
306
Local de Edição
Lisboa (2017)

A AAFDL Editora nasceu no mundo académico com o propósito de servir o mundo jurídico no seu todo. 

O sentido de crescimento da Editora tem vindo a ditar novas regras, porque nos dias que correm já não olhamos só para dentro da Faculdade onde estamos situados, mas também olhamos para fora. 

Nos últimos anos tem havido o atento cuidado de expandir os horizontes na Editora, procurando a produção de obras científicas por mais autores que não só docentes, com a finalidade de que as nossas obras possam servir não só a alunos, mas também a advogados, solicitadores, autarquias e todos os outros agentes do mundo do Direito. 

O nosso slogan: ‘’Há mais de 100 anos a editar o futuro’’, é característico daquilo que somos e representamos. Sabemos de onde vimos, sabemos onde estamos e sabemos para onde vamos! 

Os Autores que escolhem a nossa Editora enquanto sua, escolhem-na porque veem nesta Editora a jovialidade que é característica, mas, para além disso, percebem o sentido de responsabilidade que existe entre todos aqueles que a dirigem. 

Sempre estivemos situados na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e, parecendo que não, essa é uma grande vantagem que temos em relação a qualquer outra Editora. Este fator diferenciador permite-nos chegar mais facilmente aos autores e aos alunos e permite-nos, ainda, ter uma livraria principal na Faculdade de Direito de Lisboa. 

Esta enorme rede de distribuição permite-nos chegar a uma rede alargada de Juristas.